quinta-feira, 23 de julho de 2015

O antigo rio Amazonas e o deserto do Saara

O "Antigo Amazonas" é um documentário que aborda uma ousada teoria de dois pesquisadores, um geólogo e paleontólogo alemão e um biólogo austríaco, acerca do antigo curso do rio Amazonas. Trata-se, portanto, de uma investigação geológica e arqueológica em busca das evidências de que o rio Amazonas teria um segredo, escondido em seu extraordinário passado, que pode ser encontrado nas areias do Saara.

Os cientistas defendem a tese de que, antes da divisão dos continentes Africano e Sul americano (há 130 milhões de anos atrás), o rio que hoje é o Amazonas corria em direção ao oceano que nomeamos atualmente como Pacífico. E a sua nascente estaria no que conhecemos atualmente como o deserto do Saara.

Quando se formou, o antigo rio Amazonas corria para o oeste, partindo da África atual, atravessando a América do Sul para desaguar no Oceano Pacífico. A divisão, mais tarde, dos dois continentes, e o soerguimento dos Andes, teriam mudando  o curso do rio.

O Lago Chade poderia fazer parte do curso do antigo Amazonas, e a existência de um enorme aqüífero em baixo do Sahel, evidenciado por poços, assim como a presença de um depósito natural, criado por antigas algas, cobrindo uma depressão no deserto, seriam algumas das evidências dessa teoria.


No documentário, indícios de civilizações humanas em uma ilha nos lagos, também poderia provar que a região já foi fértil, inclusive com a presença de fósseis hominídeos como o Australopithecus Mesossauros.

Ainda hoje, a Amazônia apresenta um vínculo com o Saara, pois os ventos alísios carregam minerais do deserto para a floresta em forma de poeira.

Diretor: Herbert Habersack 
Ano: 2000




Um comentário:

Bee disse...

Olá, estou indicando seu blog no meu, se puder faça-me uma visita.
Meu blog tbm é sobre geografia. :)